Meu cabelo tipo 4: REPRESENTATIVIDADE CRESPA IMPORTA SIM?!
Image Map

REPRESENTATIVIDADE CRESPA IMPORTA SIM?!

                                                        NÃO VAMOS ROMANTIZAR!!


Olaá, meninas e meninos tudo bem com vocês

No post de hoje vamos falar sobre REPRESENTATIVIDADE CRESPA nas mídias alternativas!! Mas, Rose cê não cansa se falar sobre isso ¿ GrAÇAS A Deus não, pois sei o quanto isso é muito importante para a nossa luta enquanto, buscadores de espaços e aceitação!!

Sabemos o quanto as marcas, ainda nos tratam com indiferença quando o assunto trata-se de nos reconhecer enquanto consumidores... SIM MARCAS CONSUMIMOS!! E como consumimos, não é mesmo meninas¿ Tem aumentando grandemente o número de marcas e lançamentos de produtos cosméticos voltados para o público cacheado e isso é um grande avanço em relação há quando assumir o meu cabelo natural anos atrás em que quase não se via produtos para os cabelos crespos/cacheados... atualmente, em pleno 2017 surgiu um BOOM de produtos cacheados, mas que ao mesmo tempo deixa a desejar quando pensamos nos cabelos crespos que são TOTALMENTE diferentes dos cabelos cacheados.


Não falo que os produtos não sirvam para gente, até porque são esses produtos que consumimos na maioria das vezes, já que é o que se tem no mercado, sentimos uma forte necessidade de nos ver e consumir produtos especialmente formulados para cabelos crespos. Cabelos esses que são secos por natureza e por isso precisamos geralmente, de produtos mais nutritivos, e de consistência mais pesada para segurar o nosso cabelo nos day afters.

Outro ponto, importante a ser tocado quando se fala desse assunto é a falta de blogueiras crespas 4BC e 5 sendo  embaixadoras ou fazendo mais trabalhos com marcas, isso tudo não por uma questão de falta de mais profissionalismo que as cacheadas mas, sim por não se encaixarem num perfil predominante cacheado ao qual as meninas que possuem perfis mais perto do Europeu são valorizadas, em detrimento das negras que estão na sua luta diária para permanecer num meio virtual no qual passamos por fortes ataques racistas, preconceituosos e de teor extremamente baixo, por haters que assim como a sociedade não nos ver como perfil e se acham no direito de irem aos nossos perfis, falarem coisas como: “seu cabelo é feio!!!”,” cabelo duro”, “você é até bonita mas, não gosto do seu cabelo”, “cabelo de Bombril, entre outros comentários que suportamos em diversas redes sociais mas, principalmente no youtube, pois lá colocamos a nossa cara a bater, desde o momento que ligamos a nossa câmera e começamos a conversar com o público.
Tenho visto ao longo desse processo de youtuber, muitas meninas negras e mais crespas desistirem por falta do apoio muitas vezes do público e também financeira, pois vivemos num total processo de resistência e reexistência diária dentro das redes, todo e qualquer equipamento para trabalhar comas redes (sim isso é um trabalho, apesar de muitas pessoas acharem que por o instagram crescer um pouquinho virou a0 digital influencer do rolê, isso é um trabalho e que requer bastante responsabilidade), são extremamente caros do celular para melhor fotos para  o instagram, Stories e está sempre conectada a vocês até a todos os equipamentos de gravação necessária para fazer bons conteúdos!!


E não, se você tem um youtuber favorita negra, a ajude a crescer, grite representatividade nos quatro cantos .. para que as marcas comecem a sentir importância nas nossas contratações também!! Se tem uma coisa que eu acredito é que juntas somos mais fortes...

Beijos e Fiquem com Deus!!



Nenhum comentário:

Postar um comentário



Formulário de contato

Nome

E-mail *

Mensagem *